Blog Single

O que é liderança

Muitas pessoas ainda têm um pensamento retrógrado de que liderar é mandar, quando na verdade, esse verbo vai muito além disso. Na verdade, a liderança está muito mais intrínseca a fatores de como saber guiar sua equipe, incluindo saber inspirá-las e influenciar comportamentos que atraem bons resultados.

Outro estigma ainda muito forte em nossa sociedade, é o de associar o conceito de liderança a apenas pessoas que ocupam cargos de chefia e autoridade, quando na realidade a liderança pode ser expressada de diversas outras formas, quando dizemos que algumas pessoas, independentemente de sua área de atuação e/ou cargo ocupado, por possuírem certa habilidade de liderança de forma natural ou nata. Enquanto outras, apenas precisam aperfeiçoar tais habilidades.

Tipos de liderança

Normalmente ao se falar e debater sobre liderança, as pessoas se esquecem ou nem mesmo sabem que existem vários tipos de liderança e que cada um a exerce de uma maneira distinta. Sendo umas plenamente saudáveis, outras nem tanto. São tipos de liderança:

• Democrática: Consiste em uma forma de guiar a equipe de maneira próxima, sendo uma pessoa acessível e se preocupa com a opinião de todos, não somente na sua, colocando-se à disposição para ouvir.

• Técnica: Aquela também denominada de operacional, pois é embasada em um conhecimento técnico aprofundado, sendo alguém muito inspirador, tendo total domínio do que faz e tem facilidade de resolver possíveis problemas que possam surgir. Sendo também uma pessoa que sempre se mantém atualizada, vindo a ter uma visão bem ampla de tudo aquilo que faz.

• Liberal: Tem este nome, pois às vezes a pessoa que está neste cargo não tem uma autonomia total sobre a equipe, sendo alguém que geralmente não se posiciona firmemente, acabando atuando de forma desordenada.

• Carismática: É algo complexo de se explicar, por se tratar de uma característica particular do líder, por isso não é impossível obtê-la ao longo do tempo e com dedicação, este líder é aquele que consegue se fazer querido e conquistar as pessoas de uma forma única e profunda.

• Situacional: A que tem como líder uma pessoa bem eficiente e que não tem um padrão de ação, pois age de acordo com o que cada situação lhe pede, variando suas formas de ação para alcançar os melhores resultados em circunstâncias específicas, mas também sempre respeitando a capacidade técnica dos integrantes de sua equipe.

• 360 graus: Vem se mostrando muito importante dentro das empresas, pois nesta liderança o líder não influencia somente nos seus colaboradores diretos, mas sim todos os membros da empresa.

Habilidades e características de um líder

Com o passar do tempo, as mudanças no cenário econômico e o ritmo acelerado do mercado despertaram novas exigências para esses profissionais, principalmente no seu lado humano para com o outro. Podemos elencar como habilidades características de um líder, tais características:

• Saber ouvir; • Ser transparente; • Saber trabalhar em equipe; • Ter paixão pelo que faz; • Ser humilde; • Acompanhar as mudanças; • Dar o exemplo; • Saber delegar; • Engajar a equipe; • Motivar os membros.

Como desenvolver uma boa liderança

Em um cenário de crise e cortes de custos, a liderança se tornou o eixo fundamental para manter a motivação dos trabalhadores e, assim, garantir a produtividade da empresa. No entanto, liderar equipes rumo aos resultados esperados pela organização é uma atividade que exige preparo diário e, principalmente, visão global e estratégica.

O primeiro passo para desenvolver uma boa liderança é sempre se lembrar que você está lidando com seres humanos acima de tudo, e para que esse trabalho seja desenvolvido com excelência, é preciso saber agir de maneira humanizada.

Além disso, ser um bom líder é algo que demanda esforço, tempo, força de vontade, competência para administrar trabalhos em equipe, para conciliar divergências e conflitos e mais do que tudo isso, ter a capacidade de motivar colaboradores, pois esta última influencia diretamente na produtividade. Trata-se, portanto, de um atributo que líder nenhum pode negligenciar.

O líder deve ainda separar sabiamente o público do privado, evitando que os problemas pessoais interfiram na sua agenda, para que se mantenha imparcial ao lidar com múltiplas expectativas diariamente.

E finalmente, o líder deve saber administrar conflitos, que como se sabe, são inerentes a trabalhos em equipe, mas o líder pode e deve atenuá-los com uma mediação justa e que, de preferência, permita que os lados conflitantes se manifestem. Acima de tudo, durante os conflitos, cabe ao líder a função de manter a equipe focada no que realmente interessa: resultados.

Para que tudo isso aconteça da melhor maneira, é necessário estudar sobre o assunto, praticar técnicas de liderança e procurar desenvolver os pontos já citados acima. Cabe ressaltar ainda, que um bom líder faz tudo isso de uma forma leve e eficaz para a empresa como um todo. Logo, podemos concluir que a liderança não é fácil, mas também é algo longe de se tornar impossível.

Escrito por:

Ana Carolina;
e Déborah Lopes.