Blog Single

A precificação pode ser entendida como um processo que possui como objetivo final calcular o valor de um produto ou serviço a partir de suas características e singularidades. Sua aplicação é necessária em qualquer comércio independente do ramo, uma vez que é a partir dela que o lucro de uma empresa poderá ser analisado e futuramente aprimorado. Identificar o melhor preço e as melhores condições de venda são essenciais para aqueles empreendimentos que desejam alcançar seus objetivos e garantir um destaque no mercado.

Assim a precificação - ou pricing - pode ser realizado de diversas formas a partir das visões e características específicas de cada comércio. O mark-up é a maneira mais comum que observamos hoje em dia em empresas de pequeno e médio porte. Ele é realizado, apenas aplicando uma porcentagem de lucro sobre o valor gasto para a produção de um bem, por exemplo, caso definido um mark-up de 30%, um produto que para se colocar à venda foram necessários $10,00 será precificado neste valor mais 30%, dando um total de $13,00.

Todavia este é um método simples o qual desconsidera completamente todas as variantes e nuances do mercado, já que torna o preço simplesmente um fator aplicado sobre o custo. Assim, tal método ignora os efeitos de escala, os diferentes tipos de clientes que estão dispostos a pagar pelo seu produto, o contexto do mercado e diversos outros fatores importantes para analisar.

Dessa forma, tem-se que antes de tudo é importante analisar as características dos seus clientes a partir de questionamentos como:

  • Onde o cliente procura o produto/serviço?
  • Quais concorrentes o cliente poderá encontrar no mercado?
  • Quais são as suas principais preocupações na hora de realizar a compra?
  • Qual é a quantidade estimada de venda para cada cliente? A variação do preço aumentaria ou diminuiria essa quantidade?

Dessa maneira, conhecendo o seu cliente a precificação torna-se mais palpável, demonstrando assim, a importância de se realizar pesquisas como: a análise de concorrência, a pesquisa de mercado e a pesquisa de satisfação.

Além disso, uma boa gestão interna a qual proporciona conhecimento e clareza acerca dos processos nela realizados, auxiliaria consequentemente no cálculo do preço de venda. Assim, a excelência nos mais diversos setores de uma empresa assegura mais facilmente também uma excelente precificação, demonstrando a necessidade também de uma boa gestão de estoque, e fluxo de caixa.

Vale ressaltar, que o cenário da pandemia global obrigou diversas empresas a reinventarem principalmente no quesito de precificação. Assim, como visto em nosso post anterior sobre estratégias para se manter no mercado nesse período, diversas destas maneiras também podem ser utilizadas para que mantenham ou criem uma boa precificação.

O E-Commerce por exemplo - formato adotado pelas empresas para realizar a venda de seus produtos e serviços via Internet - e o tráfego pago de influenciadores digitais obtiveram um aumento exponencial atualmente, aumentando assim a gama de produtos e serviços ofertados em um só meio gerando uma nova perspectiva de mercado e precificação de produtos e serviços. Ele tem como finalidade facilitar e agilizar o processo de compra através dos dispositivos eletrônicos, além de que atualmente no Brasil, 36% da população se enquadra como digital buyer, demonstrando a importância desta ferramenta.

Outrossim, uma boa estratégia em relação a precificação em qualquer tipo de negócio é prestar atenção na logística da sua empresa, tendo a pretensão de reduzir os custos e encontrar os melhores caminhos e meios a se seguir. Como por exemplo, dividir os produtos em categorias estabelecendo diferentes níveis de preços para cada categoria, auxiliando na definição da margem de acordo com a estrutura logística e mercadológica envolvida na comercialização de cada item, potencializa o faturamento. Uma vez que se torna mais fácil observar os dados de cada produto, possibilitando notar quais destes podem precisar de alterações ou até mesmo descontos e promoções para incentivar os seus clientes.

Portanto, tem-se que inúmeros fatores influenciam em uma boa precificação, sendo imprescindível que as empresas reconheçam tal importância e realizem por si só tais análises, ou por exemplo, entrem em contato com uma empresa de consultoria para auxiliá-los nessa questão.

E aí conseguimos te auxiliar sobre a importância da precificação? E como isto pode definir seu lugar no mercado? Conte-nos o que achou, entre em contato conosco.

Escrito por:

Raul Victor Silva Dutra Luciano Augusto de Carvalho Lima