Blog Single

Administração Jurídico Jan 08, 2020

    Você sabe o que é diversidade nas organizações? Tal termo vem sendo cada vez mais utilizado no cotidiano empresarial, mas afinal, qual é o seu verdadeiro significado?

    Esse conceito tem relação com a inserção de pessoas “diferentes” nas empresas, como idosos, negros, LGBTs, portadores de deficiência, entre outros que passam por situações de discriminação ao ingressarem no mercado de trabalho, e são analisados por qualidades diferentes das suas profissionais, que não deveriam possuir nenhuma influência na contratação de um funcionário.

    Diferente do que muitas pessoas pensam, a aceitação destes não é trabalho apenas do RH, mas de toda a empresa, que deve mostrar suporte aos menos favorecidos.

Implementação da Gestão de Diversidade no Brasil

    Embora seja um conceito de grande importância, ele é muito pouco utilizado nas empresas no Brasil. Tal conceito chegou ao país apenas na década de 90, junto com os avanços da globalização econômica e com a diminuição das barreiras no mundo, gerando uma grande preocupação das grandes empresas que, cada vez mais, necessitavam de profissionais de áreas de conhecimento distintos.

    Existe a necessidade de implementação de políticas, de mudanças organizacionais e iniciativas para o incentivo de contratação de pessoas menos favorecidas. Uma ótima prática seria treinamentos e programas que apresentam às pessoas como indivíduos, cada um com suas características, de grupos diferentes, mostrando que essa diversificação nas organizações não significa priorizar alguns grupos de pessoas nas seleções, e sim considerar a não distinção de ideias e culturas, respeitando a individualidade destas.

    Vale ressaltar que a gestão da diversidade não é válida somente para o cumprimento da lei, mas sim integrar os valores de cada indivíduo na empresa, visando a inovação, criatividade e engajamento.

Dados no Brasil

    Foi observado recentemente dentre algumas empresas brasileiras que:     

  • Apenas 2% dos funcionários são pessoas com deficiência (o mínimo exigido pela lei);
  • As mulheres representam 58,9% dos estagiários e apenas 13,6% das vagas executivas;
  • As mulheres recebem 70% da massa salarial obtida pelos homens;
  • Não existe um executivo de origem indígena nas empresas estudadas;
  • 94,2% dos cargos executivos pertencem a brancos, enquanto apenas 4,7% dos negros ocupam cargos nesse nível.

    Algumas empresas brasileiras já aderem a políticas de gestão de diversidade, como a Netflix no Brasil, que permite às mulheres e homens que tiveram filho ficarem mais tempo em casa com este, pois mesmo após o término do período da Licença Maternidade, há uma redução da carga horária durante dois anos.

Por que é Importante a Diversidade na Minha Empresa

Se você não enxerga nenhum ponto positivo em contratar funcionários diversificados, temos alguns. Pesquisas mostram que:

  • A empresa consegue entender melhor as necessidades dos clientes;
  • Abre portas para novos investidores;
  • Maior satisfação dos profissionais com redução de rotatividade e aumento de produtividade;
  • Fortalecimento da imagem corporativa;
  • Redução da vulnerabilidade legal e;
  • Tal valorização gera desenvolvimento de habilidades e crescimento profissional ao colaborador.

    A organização abre novos nichos de mercado e garante vantagem competitiva em relação as outras empresas.

    Ao juntar novas políticas de gestão de diversidade com os valores da empresa, o sucesso é garantido.

Escrito por:

Lucas Alexandre Fernandes;
Guilherme Carvalho Fritis;
e Maria Fernanda Prates de Freitas.